domingo, 18 de setembro de 2011

 Ele: eu te perdi, não foi?
Ela: eu nunca fui sua.. eu cansei.
Ele: de quê?
Ela: de te esperar. Eu tenho algo chamado coração. Não vivo para você.
Ele: não tente esconder. Você ainda me ama.
Ela: Amo sim e assumo. e sabe o que é mais difícil? eu abri mão de tudo..
Ele: a gente ainda pode ser feliz.
Ela: não, eu não quero. fiquei muito tempo com esse vazio, posso superar mais.
Ele: para de ser orgulhosa..você quer ficar comigo.
Ela: não é orgulho, e eu já aprendi a conviver com o que eu sinto.. não quero ter que sofrer a mesma coisa depois.
Ele: eu não vou te abandonar.
Ela: você já foi embora da minha vida, eu tive que continuar, sem você. Quer que eu faça o quê? Continue confiando?
Ele: eu nunca quis te machucar.
Ela: não mesmo, mas machucou.
Ele: tudo bem, eu fiz você sofrer. eu sei, eu tenho consciência disso. mas passou, eu quero continuar com você.
Ela: para de ser egoísta..eu fiquei aqui, sozinha, todo esse tempo. de repente você volta, você vai embora.. e eu fico sempre aqui te esperando? eu te amo, será que é tão difícil de entender?
Ele: isso não, mais você é difícil sim. eu tou aqui!
Ela: você nunca se importou comigo, seja sincero.. eu sempre me senti sozinha.
Ele: você não pode ficar vivendo do passado.
Ela: isso não é viver do passado, isso é te conhecer, saber quem você é.
Ele: eu estou disposto a fazer de tudo por você.
Ela: eu preciso de mais.. mais que isso.
Eu preciso das coisas além de você e do que você não pode me dar.

2 comentários:

Joana Patrícia disse...

Adoro :).
Também vou seguir. Beijinho.

Daniela disse...

Que lindo :$