quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Um verão para nunca esquecer ... Parte 23



Inês – O que estas a fazer?

Rafael – Calma, não tenhas medo não vou fazer nada do que tu não queiras.

Inês – É melhor ir embora.

Rafael – Eu nunca te iria fazer algo que tu não queiras. Não fiques chateada comigo, só te queria dar um abraço.

Inês – Não esta descansado que não vou ficar chateada. Se é só isso que tu queres! 

Inês deu um abraço ao Rafael.

Rafael – Sinto-me bem nos teus braços.

Inês – (sorriu) Bem eu vou ter que ir. Até amanhã!

Rafael – Até amanhã. 

Inês foi para casa onde a Beatriz já a esperava um pouco preocupada.

Beatriz – Onde estas tonta? Esta preocupada contigo.

Inês – Fui até a praia.

Beatriz – E pensaste no que tivemos a falar?

Inês – Pensei mas imagina quem veio ter comigo a praia e me pediu desculpa!

Beatriz – O Nelson?

Inês – Não!

Beatriz – Não? Então quem foi?

Inês – O Rafael.

Beatriz – Quem? E tu dizes isso com uma normalidade?

Inês – Sim. Qual é o mal? Ele parece estar mesmo arrependido pelo que fez.

Beatriz – Vela se não te esta a mentir outra vez e tu vais cair na conversa dele.

Inês – Não Beatriz, ele pareceu mesmo arrependido. A maneira de falar não é igual a quando o conheci. Nunca o tinha visto assim. Parece mesmo diferente e arrependido.

Beatriz – Tenho duvidas de isso mas enfim tu é que sabes. Vais contar ao Nelson?

Inês – Não sei. Ele pode se passar e não tem razões para isso.

Beatriz – Não tem razões? Depois de tudo o que ele te fez o Nelson tem muitas razões para se passar.

Inês – Não, não tem. Já é passado e não aconteceu nada por isso não tem nada que se passar.

Beatriz – Tu é que sabes amiga. Mas eu acho que devias contar.

Inês – Não sei. Amanhã logo vejo se conto ou não. Agora vou arrumar o resto das minhas coisas e vou-me deitar porque amanhã temos que nos levantar cedo. Já tenho imensas saudades da minha mãe e do meu pai e do resto do nosso grupo.

Beatriz – E eu, mas amanhã já estamos com eles. Vamos ver se tem novidades para nos contarem.

Inês – Devem ter e muitas. Principalmente a Rita.

Beatriz – Hui logo quem, ela deve ter e muitas.

Inês - E que tal tirarmos uma foto para nos lembramos sempre de estas ferias?
Beatriz - Boa ideia!

Depois de tirarem as fotos:

Inês – Bem até já ou até amanhã. Se precisares de algo diz.

Beatriz – Ok, digo-te o mesmo. Até já ou até amanhã.

Inês e Beatriz foram arrumar as coisas para a viagem e depois deitaram-se logo. No dia seguinte levantaram-se cedo, chamaram um táxi e foram para o aeroporto.

Inês – Já falta pouco para estarmos em Lisboa!

Beatriz – Mesmo. Olha ali o David, o Nelson e o resto do pessoal. Vamos até lá?

Inês – Tem mesmo que ser não é?

Beatriz – Inês? Deixa de ser tonta e anda.

Inês – Já disse que tem que ser por isso não tenho outro remédio.

Beatriz falou ao pessoal todo e a Inês fez o mesmo mas quando chegou a vez do Nelson.

Nelson – O que se passa contigo?

Inês – Nada porque?

Nelson – Não é o que parece mas se não queres contar tu é que sabes. E também não me queres contar com quem tiveste ontem?

Inês – Com quem tive ontem? Como assim?

Nelson – Não te faças de parava que eu já sei que tiveste com o Rafael na praia.

Inês – E agora o que tem isso? Agora andas a controlar-me?

Nelson – Não ando não. Mas acho que sou teu namorado e devia saber.

Inês – Deste-me tempo para te contar alguma coisa? Não pois não? 

Nelson – Quer dizer que me ias contar? Não sei.

Inês – Mas não sabes o quê? Eu já venho, não estou para isto.

Inês foi até a rua apanhar um pouco de ar. Quando de repente chega uma pessoa por traz dela.

                - Estas bem?

3 comentários:

Sara disse...

Gosto (:

Sara disse...

O link do novo blog é:
http://morethanwords.blogspot.com

Beijinhos (:

Súsú disse...

tens um selo no meu blog querida (: